CONCURSO PARA O CARGO DE DIRETOR(A)

 

ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL - DIRETOR(A)

Nos termos do disposto nos artigos 21.º e 22.º do Decreto-Lei n.º 75/2008, de 22 de abril, com as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 137/2012, de 2 de julho, torna-se público que se encontra aberto o concurso para provimento do lugar de diretor da Escola Secundária da Amora, pelo prazo de 10 (dez) dias úteis, a contar do dia seguinte ao da publicação do presente Aviso no Diário da República.

 

REGULAMENTO DO PROCEDIMENTO CONCURSAL

REQUERIMENTO DE ADMISSÃO

 

Participação da ESA na Feira dos Projetos Educativos

 

Feira de Projetos Educativos realizou-se de 14 a 18 de maio, no parque do Serrado.
A Escola Secundária da Amora participou com vários dos seus projetos.

 

Composição do painel do espaço Eventos Performativos, com o módulo 1, concebido e executado pela Beatriz Avelar, João Pato e Margarida Garcia.
Os nossos jovens artistas representaram a liberdade da "madrugada que eu esperava...", (poema de Sophia de Mello Breyner, inscrito na obra), através do rebentar das cadeias que simbolizam o fim da opressão, assim como da censura do lápis azul, representada na cor escolhida para parte do algarismo 2.

 

Grupo de percussão e samba, com atuação nas tardes de 14 e 16 de maio, que contou com o Alexandre Ribeiro, a Ana Carolina, a Diana Freixiela, o Gabriel Campos, a Lívia Silva, o Liviston Silva, a Manuela António, o Marcos Rodrigues, a Maria Eduarda Gonçalves, a Maria Eduarda Marques, a Marta Costa, a Sara Costa e a Yasmin Melão.

 

Momentos de Poesia, no dia 15 de maio, com o grupo de teatro En(cena) e os seus poemas de abril, nas vozes de Ana José, Daniel Rodrigues, Luana Afonso, Rafaela Vital e a convidada Jaciara Alexandrino.

 

A Banda da ESA que, no dia 15 de maio, apresentou o seu espetáculo, contando com a participação de Elda Miguel, Érica Correia, Lara Portugal, Laura Sampaio, Mafalda Cardoso, Manuela António, Pedro Morais, Rafael Kinquela, Riquelme Silva, Yeva Tarasova e o convidado especial, João Figueiras.

 

Procedimento Concursal - Técnico de Orientação, Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências

 

Nos termos do Decreto-Lei n.º 32-A/2023, de 8 de maio, Portaria n.º 62/2022, de 31 de janeiro e demais legislação aplicável, torna-se público a abertura do procedimento concursal para seleção e recrutamento de 1 (um) técnico especializado para o exercício de funções de TORVC – Técnico de Orientação, Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências, no Centro Qualifica.

AVISO DE ABERTURA | REGULAMENTO

 

Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril

 

 

À Comunidade Educativa

Concluídas formalmente as Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, na ESA, fica também concluído o trabalho da equipa que as coordenou.

Chegados aqui, queremos felicitar os nossos Alunos pelo extraordinário trabalho desenvolvido na realização de dezenas de projetos e de atividades. O empenho demonstrado e a qualidade de muitos dos contributos dados para as celebrações de Abril merecem o nosso reconhecimento, assim como o de toda a Comunidade Educativa.

Aos muitos Colegas, que apoiaram e orientaram os seus alunos, realizando trabalho para além do que era exigido, deixamos igualmente o nosso reconhecimento pela entrega e pela qualidade das realizações alcançadas.

Aos vários profissionais do Pessoal Não Docente desta escola, que participaram ativa e generosamente nestas Comemorações, uma menção de agradecimento e de congratulação pelo empenhado envolvimento.

Aos Pais e Encarregados de Educação, que decidiram voluntariosamente colaborar em múltiplas das atividades desenvolvidas, igualmente deixamos o nosso apreço.

Às Entidades Públicas, às Organizações e às Pessoas que connosco cooperaram, de modo genuíno e desinteressado, endereçamos um particular agradecimento.

À Direção da ESA, que, desde o início até ao fim de todo o processo, convicta e empenhadamente prestou todo o suporte solicitado, deixamos o registo do nosso reconhecimento.

A todos, obrigado!

25 de Abril sempre!

Amora, 6 de maio de 2024

A Equipa de Coordenação dos 50 anos do 25 de Abril

 

NOTÍCIAS DA BANDA

 

O ano letivo 2023-2024 tem-nos proporcionado diversas atuações do nosso grupo de jovens músicos.

Na despedida do ano anterior, a Banda da ESA, na sua formação de 2022-2023, animou a Entrega dos Diplomas, com um reportório escolhido para relembrar os seus melhores momentos.

Seguiu-se, em dezembro, na inauguração de «Silenciados — A censura durante 48 anos de fascismo», a interpretação de músicas de abril, retomadas na abertura do colóquio com Adelino Gomes e Luísa Teotónio Pereira, cantando as canções, de José Afonso, Venham Mais Cinco e Grândola Vila Morena, acompanhados pelo nosso recém formado grupo de percussão.

No dia dos namorados, a nossa banda, nesse dia a Banda do Amor, interpretou um conjunto de músicas selecionadas para os jovens apaixonados pela vida.

E, claro, a sua interpretação das músicas de abril, foram uma forte presença na festa de inauguração das comemorações do 25 de abril na ESA, como podemos ver no blogue ESA Cidadania.

No dia 4 de março pudemos ouvir duas músicas do seu reportório na palestra da URAP, "Histórias da Resistência".

A culminar as suas apresentações, a Banda da ESA foi convidada para atuar no concerto de Comemorações dos 50 anos do 25 de abril e do Março Jovem, na Atalaia, no dia 23 de março.

Fantástico espetáculo em que tocaram e encantaram com cinco músicas, marcando as comemorações de abril com O que faz falta, de Zeca Afonso e Liberdade, de Sérgio Godinho. No final apresentaram a sua versão de Grândola, Vila Morena.

Parabéns e agradecimentos para Elda Miguel, Érica Correia, Lara Portugal, Laura Sampaio, Leonor Lourenço, Mafalda Cardoso, Manuela António, Pedro Morais, Rafael Kinkela, Riquelme Silva e Yeva Tarasova. E o nosso convidado, antigo aluno da ESA, João Figueiras.

 

 

 

Sons do Mundo: percussão e cavaquinho

 

Integrado nos debates do Orçamento Participativo 2024, assistimos, no intervalo das 10 horas do dia 14 de março, a uma breve atuação do nosso recém-formado grupo de percussão.

Os impulsionadores desta atividade, Gabriel Campos e Alexandre Ribeiro, contam com o apoio de encarregados de educação e de alguns músicos que ensinam os menos experientes.

Todas as quartas-feiras às 15.15h há workshops de percussão para os estudantes da ESA.

 

Crioulo, língua da minha casa, língua do meu país

 

Realizou-se no dia 13 de março a oficina Crioulo, língua da minha casa, língua do meu país que teve como objetivo a valorização da cultura das minorias.

A atividade contou com a presença da turma 7E da escola Paulo da Gama, a convite dos organizadores, jovens das turmas 10E e 10G.

Alguns alunos e alunas das turmas 10E e 10G prepararam em conjunto esta oficina: leram textos em crioulo de Cabo Verde e selecionaram uma música de Elida Almeida, cantada em crioulo, para mostrarem a importância da sua língua. Também contamos com uma aluna do 7E que leu um excerto do Principezinho, um livro traduzido em muitas línguas, entre elas o crioulo.

A língua não é apenas um meio de comunicação, mas também é a expressão da identidade coletiva, transmite valores, conhecimentos e tradições de geração em geração. Quando uma língua é proibida ou ameaçada de extinção, toda uma forma de vida e de compreensão do mundo está em risco.

O crioulo era proibido pelo sistema colonial português.

O crioulo é a língua em que muitos estudantes da ESA se expressam em casa e/ou se expressavam no seu país.

O crioulo é "a língua franca da amizade e do sentido de pertença", nas palavras de defensores da sua prática, como de pode ler em Mensagem de Lisboa, jornal onde se escrevem notícias em crioulo e onde os nossos alunos pesquisaram.

Para completar a oficina, recebemos dois convidados que vieram conversar com os estudantes sobre línguas minoritárias: Ana Lorenzo Garrido (Centro Europe Direct, Área Metropolitana de Lisboa) e Paulo Correia (ex-funcionário da UE que se dedica ao estudo das línguas).

Mostraram aos presentes a viagem das palavras entre os continentes e também evidenciaram a importância das "pequenas línguas" e o desaparecimento de muitas.

Por último, podemos ver e ouvir a leitura de textos, de alunos e alunas de escolas que se situam na fronteira portuguesa e onde se falam línguas minoritárias, como o barranquenho.

Agradecemos aos nossos convidados as informações que nos trouxeram.

 

JOGOS FLORAIS 2023|24

 

Concurso "Jogos Florais" - 2ª fase - Prémio de Ilustração

 

 

Gostas de desenho, pintura, ilustração? Vem mostrar a tua criatividade, a tua inspiração e a tua energia positiva. Vem mostrar a tua Liberdade!

Os trabalhos apresentados deverão ter como referência e inspiração o poema "O que é a Liberdade?", vencedor da fase literária do concurso.

Consulta o regulamento, escolhe um pseudónimo para assinares o teu trabalho em formato A3, e entrega-o na Biblioteca Escolar, juntamente com a ficha de inscrição devidamente preenchida, até dia 5 de Abril.

Contamos com a tua participação!

...

 

Consulta o REGULAMENTO

 Descarrega a FICHA DE INSCRIÇÃO DO CONCURSO DE ILUSTRAÇÃO