O Grupo de Filosofia promoveu, no passado dia 10 de maio, um debate filosófico a partir da pergunta: «Os animais não humanos também têm direitos?».

Presidiu a esta iniciativa um duplo objetivo: proporcionar aos alunos um espaço de reflexão partilhada sobre um problema filosófico atualmente debatido em todo o mundo e, em simultâneo, possibilitar-lhes um suporte complementar para trabalhos da componente curricular de Cidadania e Desenvolvimento, do 10.º ano.

A moderação do debate foi entregue, após convite aberto aos discentes do ensino secundário, a cinco alunos da turma do 12.º C, que generosa e responsavelmente se voluntariaram para essa função. Dois professores de Filosofia supervisionaram e prestaram o apoio necessário.

Com o auditório cheio (cerca de duzentos alunos), assistiu-se, durante uma hora e meia, a uma discussão muito participada e viva. A par da apresentação de diferentes argumentos, foi patente a consciência, evidenciada pelos alunos, da pertinência deste debate mas também a consciência da sua complexidade e dificuldade.

Foi certamente um contributo positivo para o desenvolvimento de uma cultura de escola que compatibilize e relacione a aquisição de conhecimentos com o exercício do debate de ideias e de valores, da reflexão e da cidadania.

 

Decorreu no passado dia 7 de maio, no auditório da ESA, a apresentação pública dos trabalhos realizados pelas três turmas do 7.º ano, na disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, no âmbito do projeto Povos, Culturas e Pontes — Oficinas pela Paz e Cidadania Global. Trata-se de um projeto de parceria entre a Câmara municipal do Seixal, o CIDAC , a Fundação Gonçalo da Silveira e a Escola Secundária de Amora.

Num primeiro momento desta apresentação, intervieram o Diretor da nossa escola, a Divisão de Desenvolvimento Social e Cidadania da Câmara Municipal do Seixal e o Conselho Português para a Paz e Cooperação.

Seguiu-se a projeção de um pequeno filme, composto de fotos e de vídeos relativos às sessões ocorridas durante o 2.º Período, que explicou e ilustrou os objetivos, as atividades desenvolvidas e os trabalhos realizados pelos alunos.

Após a projeção do filme, foi o momento de ser feita uma avaliação do projeto. Em primeiro lugar, foi dada a palavra aos alunos de cada uma das turmas envolvidas — 7.º A, B e C. A avaliação prosseguiu com a intervenção das duas Professoras de Cidadania e Desenvolvimento, das instituições parceiras — CIDAC e Fundação Gonçalo da Silveira —, da Professora Bibliotecária e do Coordenador de Escola.

A pertinência e o valor pedagógico do projeto foi o ponto comum de todas as avaliações. A ligação entre conhecimentos e valores e a sua expressão nas atividades realizadas constituem o núcleo essencial da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento e do projeto levado a cabo.

Por decisão de todos os intervenientes, este projeto irá ter continuidade  e desenvolvimento no próximo ano letivo.

No passado dia 30 de abril, a ESA, a exemplo de anos anteriores, abriu as portas aos alunos do 9.º ano dos Agrupamentos de Escolas Paulo da Gama e Terras de Larus.

A visita destes alunos organizou-se em dois turnos, um de manhã e outro à tarde, tendo sido recebidos no Audiório pela adjunta da Direção, professora Margarida Correia, e pela coordenadora dos Cursos Profissionais, professora Sandra Rocha, que transmitiu algumas informações sobre o espaço físico da escola e os diversos projetos existentes.

De seguida, visitaram alguns pavilhões, acompanhados por alunos da ESA, onde tiveram a oportunidade de ver as atividades que por cá se vão desenvolvendo.

Esperamos que tenham gostado da nossa escola e do que temos para vos oferecer! As nossas portas estão abertas e esperamos ter-vos cá no próximo ano!

Vai decorrer no próximo dia 7 de maio, terça-feira, no auditório, a apresentação pública dos trabalhos realizados pelas turmas do 7.º ano, em Cidadania e Desenvolvimento.

Intervirão nesta apresentação: o Diretor da ESA, a Vereadora da Educação da Câmara Municipal do Seixal, o Conselho Português para a Paz e Cooperação, uma técnica da Divisão de Desenvolvimento Social e Cidadania da CMS, um aluno de cada uma das três turmas (7.º A, B e C), as respetivas Professoras de Cidadania e Desenvolvimento, a Professora Bibliotecária, o CIDAC, a Fundação Gonçalo da Silveira e o Coordenador de Escola de Cidadania e Desenvolvimento.

Haverá também uma pequena exposição, na polivalente.

A não perder a exposição na nossa BE sobre o 25 de abril de 1974!

Formulários de pré-inscrição:
  • Cursos Profissionais
  • Ensino Noturno

visita virtual à ESA

Equivalência à freq.

Login

Scroll to top